Artigos

25/11Fernando Barboza

Aplicação de revestimento natural: cuidados e dicas

Os revestimentos naturais estão cada vez mais presentes em projetos que prezam pela exclusividade e sofisticação. A variedade de cores, tamanhos e espessuras facilitam para que eles sejam aplicados nos mais diversos ambientes – salas, cozinhas, banheiros, piscinas, muros, áreas externas em geral. No entanto, para conseguir um resultado perfeito, é bem importante estar atento à aplicação correta do revestimento natural. 

Ao longo deste artigo você vai conferir os cuidados mais significativos a que se deve estar atento. Boa leitura!

Principais cuidados na hora de aplicar revestimentos naturais

Primeiro cuidado: preparação do espaço

Pode-se dizer que as pedras naturais são artesanais, por isso uma peça não costuma ser igual a outra, há certa variação em relação à tonalidade e também pode ocorrer no tamanho. Por isso, é bem importante que antes do assentamento seja feita uma simulação com as peças para entender como ficará o piso ou parede. 

Caso nesse momento seja percebida diferença significativa no tamanho das peças, o profissional que fará o assentamento pode ajustar as pedras usando um equipamento especializado. 

Segundo cuidado: assentamento das peças 

O próximo passo envolve o assentamento, para isso é essencial que a superfície assentada esteja totalmente limpa, sem resquícios de gordura, pó ou outras partículas. A área também precisa estar nivelada. Esses cuidados são essenciais para prevenir problemas como o descolamento de peças de revestimento. 

– Para eliminar qualquer resquício de pó ou sujeira nos revestimentos, é importante molhá-los antes de fazer o assentamento. 

– Fazer uso de argamassa colante seguindo as instruções sinalizadas pelo fabricante na embalagem do produto. 

– A argamassa deve ser aplicada com a parte lisa da desempenadeira, sendo espalhada de forma uniforme pela superfície. 

– Também é preciso aplicar o produto na parte traseira dos revestimentos. 

– Feito os passos acima, basta posicionar cada peça de revestimento sobre a cola e, então, ajustar e fixar pressionando.

Leia também: Argamassa para pedras especiais – como acertar na escolha

Terceiro cuidado: junta seca 

Se a intenção é que o revestimento esteja em áreas submersas, como no caso de piscinas, é aconselhável que o assentamento seja realizado em junta seca, ou seja, sem rejunte. Mas, caso a intenção seja rejuntar, é bem importante proteger a face da peça que ficará exposta para evitar o risco do rejunte manchar o revestimento. 

Boas práticas que devem ser adotadas durante e após o assentamento

– Ter cautela para que nenhum material ou ferramenta encoste na face dos revestimentos. Pequenos descuidos podem sujar e manchar as peças. 

– Respeitar o período determinado pelo fabricante para, então, fazer a limpeza dos ambientes pós-obra. 

– Na limpeza, fazer uso de detergente neutro ou alcalino. Eles são eficientes para remover sujidades e não agridem os revestimentos naturais. Jamais se deve usar produtos ácidos. 

Leia também: Como fazer a limpeza correta de uma ambiente com revestimento natural?

Respeite as características de cada produto

Vale lembrar que cada tipo de pedra natural exige cuidados específicos, e isso deve ser levado em consideração para obter os efeitos desejados nos ambientes. No site da Artemano você confere a lista completa de todos os revestimentos premium comercializados. Veja também o nosso e-book Top 5 Revestimentos de Alto Padrão 

Compartilhar