Artigos

05/09 Fernando Barboza

Terreno em declive: como se diferenciar na hora de criar um projeto arquitetônico

Terreno em declive, problema ou oportunidade? Tudo depende de como desenvolver o projeto. O arquiteto pode utilizar os obstáculos do terreno de forma favorável. As diferentes alturas podem ser avaliadas como parte da composição.

Normalmente, ao olhar um terreno com desnível nosso primeiro pensamento é movimentar a terra para planificar, mas será que essa é a melhor alternativa? Um bom projeto arquitetônico pode reduzir o impacto dos cortes e aterros.

A movimentação de terra exige cuidados específicos e maiores investimentos. Quer saber como usar essa possível adversidade a seu favor? Confira dicas para diferenciação nos projetos arquitetônicos.

Nivelamento do terreno

O terreno ideal para qualquer projeto é aquele nivelado, correto? Nem sempre! O terreno em declive pode ser aproveitado para composições e para lindos efeitos em suas obras.

Em muitos casos, nossa primeira opção é a de nivelar o terreno, seja para compensar as áreas com muita ou pouca terra. Para áreas com declividades muito acentuadas, o corte e aterro pode servir para reduzir a diferença de alturas.

Ao considerar qualquer movimentação de terra recomenda-se tomar cuidado com algumas situações, veja:

  • ao retirar solo, as camadas laterais ficarão mais instáveis;
  • ao aterrar a área, deve-se considerar projetos de muros de arrimo para contenção;
  • as fundações deverão alcançar a camada resistente de solo;
  • considere o impacto financeiro para seu cliente, pois a movimentação de terra e as estruturas auxiliares podem onerar o projeto;
  • verifique as condições de vizinhança do terreno, pois o impacto gerado pela obra também deverá ser preocupação do profissional responsável.

Como utilizar o desnível nos projetos

E se você não achar viável realizar cortes e aterros? Outra opção é aproveitar os níveis diferenciados como estratégia arquitetônica. As composições podem explorar múltiplos andares e aproveitamento das áreas desniveladas. Pensando nisso, temos algumas sugestões para você!

Otimize o espaço

A parte baixa do desnível pode ser aproveitada como andar inferior da edificação. Os usos podem ser os mais diversos, como:

  • aproveite a área para ampliar o número de garagens;
  • utilize a área baixa como depósito da edificação;
  • crie um espaço de adega;
  • projete uma área para ateliê.

Todas as ideias dependerão dos hábitos do proprietário da obra e da finalidade da edificação, mas como vimos, são tantas as possibilidades para usufruir dos desníveis.

Crie uma área de lazer

O desnível do terreno pode ser muito vantajoso para as áreas de lazer também! Aproveite para investir em um lindo paisagismo, com piscina, decks, vegetação e áreas de convivência. Projetar esses espaços em níveis inferiores do terreno resultará em maior privacidade para os usuários.

Idealize projetos escalonados

As escadas de acessos internos e externos não precisam ser apenas um detalhe da edificação. A construção como um todo pode ser feita em diferentes níveis. Os projetos escalonados podem ser pensados para aproveitar as diferentes vistas do terreno e reduzir os gastos com corte, aterro e estruturas complementares.

Como vimos, o terreno em desnível pode ser uma oportunidade incrível para seus projetos. Explore sua criatividade para chegar a lindas composições!

Gostou das nossas dicas sobre terreno em declive? Comente na publicação e compartilhe suas ideias!

Compartilhar