Artigos

24/10 Fernando Barboza

6 inovações em projetos arquitetônicos usando pedras decorativas

As pedras decorativas proporcionam versatilidade, diferenciação, inovação, exclusividade e beleza aos projetos arquitetônicos. Afinal, ao contratarem um projeto, por mais que os clientes apresentem inspirações, desejam obter um ambiente exclusivo, especial e único — de acordo com sua identidade.

Além dessa realidade, todo profissional também deseja deixar sua marca e diferenciar-se, e as pedras decorativas proporcionam esse “quê” de inovação nos projetos, destacando-os e marcando positivamente a vida dos clientes. Quer saber como usar essas pedras em projetos? Então, continue a leitura.

6 inovações em projetos arquitetônicos com pedras decorativas

Existem diversos tipos de revestimento, como porcelanatos, cerâmicas e os revestimentos naturais. Dentro desses, além dos mármores e granitos, estão as pedras decorativas, que podem ser tanto pedras quanto Aqua Marine, Hijau bruta ou lisa, Hitam, San Thomas, Rust e os seixos. 

Além de revestimentos totalmente diferenciados e exclusivos, devido à sua formação natural, elas também podem apresentar diferentes formatos e, consequentemente, diferentes tipos de aplicações. 

Assim, somadas à diversidade de aplicação, ao formato, às cores e aos acabamentos, também estão as diversas possibilidades, uma vez que podem ser empregadas em piscinas, fachadas, jardins, pisos, paredes, áreas úmidas e molhadas e secas também. 

Abaixo, destacamos algumas ideias e exemplos de inovações possíveis com as pedras decorativas.

1. Mosaico interno e formas geométricas com pedras naturais 

As formas geométricas, as linhas retas e os mosaicos proporcionam destaque e identidade aos ambientes, tornando-os marcantes. Podem ser feitos com diversos materiais, como madeiras, vidros, espelhos e pastilhas. Contudo, se você deseja inovar, que tal fazer com pedras naturais? Afinal, elas apresentam diferentes opções de formatos, acabamentos, entre outras características. 

Os seixos e os demais tipos de pedras, ou a combinação entre diferentes tipos, cores e acabamentos conferem grande destaque e diferencial a um ambiente. Entretanto, sempre verifique se as combinações serão conforme o resultado imaginado e também se as características de dilatação das pedras permitem que sejam colocadas em conjunto. 

2. Aplicação mista em fachadas

Essa dica, inicialmente, pode parecer semelhante à dica anterior, porém, na verdade, ela permite diversos outros efeitos. Estamos habituados a ver projetos em que as cerâmicas, os porcelanatos e, até mesmo, as cores de tintas são pensadas em conjunto. Porém, já pensou em obter esse resultado com pedras decorativas? 

Essa combinação pode ser feita tanto com pedras e outros revestimentos quanto com diferentes tipos de pedras. Além dos diferentes tipos, pode ser feita com diferentes dimensões, tamanhos, formatos e acabamentos. Use e abuse das listras e dos encontros entre paredes e não se limite ao horizontal ou ao vertical, afinal, o diagonal proporciona um efeito inovador e diferenciado. 

Contudo, é importante destacar que, ao optar por pedras naturais em fachadas, é imprescindível analisar as normas técnicas, uma vez que, dependendo do tipo de aplicação, não é permitido apenas o uso de argamassas colantes, sendo necessários suportes metálicos ou parafusos para atender às exigências de segurança. 

Observe também as características das pedras escolhidas e se são indicadas para regiões externas, ou seja, se são resistentes à umidade e à incidência solar. Não se esqueça de evitar as tonalidades muito escuras, afinal, elas não são indicadas para fachadas a fim de não proporcionarem desconforto térmico na edificação. 

3. Pedras brutas no banheiro

O banheiro é um ambiente que está extremamente relacionado ao bem-estar, porém, que, frequentemente, é deixado de lado. Mesmo quando é planejado e são aplicados revestimentos diferenciados, frequentemente, os resultados obtidos são semelhantes.

Se você quer sair da normalidade, porém, de uma forma prática e simples, utilizar revestimentos de pedras brutas é uma excelente opção, uma vez que, além de revestirem, já decoram o ambiente. 

Além disso, as pedras brutas, por seu caráter natural, apresentam diferentes características, conferindo personalidade e beleza exclusiva. Aqui, você também pode englobar as dicas 1 e 2, utilizando formas geométricas, ou fazendo um mix de pedras ou com outros revestimentos. 

4. Pedras naturais em pisos externos

Você já sabe que as pedras, além da beleza, da originalidade e da sofisticação, também apresentam como características resistência, solidez e permanência. Assim, além de fachadas, paredes, detalhes decorativos, piscinas, jardins, entre outras possibilidades, elas também podem ser muito utilizadas em pisos — tanto para áreas internas quanto para áreas externas. 

Entretanto, é sempre importante analisar qual será o fluxo de pessoas e a carga que deverão suportar, a fim de escolher a opção apropriada para cada local. Um aspecto importante é verificar o lugar em que serão aplicadas — áreas molhadas, úmidas, secas, internas ou externas. Ter o local em mente é muito importante para não escolher pedras ou acabamentos que podem provocar acidentes decorrentes de quedas e escorregões. 

5. Combinações de pedras em jardins

As pedras podem ser combinadas com diversos tipos de revestimentos e materiais, como madeira, metais, grama, areia e outros tipos de pedras e revestimentos naturais. Somado a isso, dependendo do tipo de aplicação, possibilitam que a água das chuvas percole no terreno, podendo ser utilizadas em jardins. 

Além de conferirem personalidade e sofisticação ao jardim, elas também potencializam o efeito rústico, que, muitas vezes, é o principal estilo desejado — seja na parte interna, seja na parte externa. 

6. Pedras naturais como toque minimalista

O minimalismo é tendência na arquitetura há alguns anos. Além de maior praticidade, esse estilo se importa e auxilia na obtenção de maior sustentabilidade nas construções, assim como proporciona que as mudanças sejam feitas sempre que desejado por meio dos detalhes decorativos e não dos revestimentos. 

As pedras naturais são excelentes opções quando se deseja obter um ambiente minimalista e, ao mesmo tempo, com personalidade, uma vez que são imponentes, diferenciadas, exclusivas e, ainda, podem conferir um aspecto rústico, clássico ou moderno — dependendo da escolha e do perfil de cada cliente e dispensando o uso de variados tipos de revestimento. 

Entretanto, não basta apenas contar com um projeto inovador e com pedras decorativas que proporcionem lindos efeitos aos ambientes e detalhes diferenciados a uma edificação. É necessário que a escolha das pedras seja pautada pela qualidade e, para isso, o ideal é sempre verificar a sua procedência, bem como sua qualidade, as características, se são originais e se a empresa escolhida é confiável.

Portanto, se você deseja incorporar, em seus projetos ou ambientes, pedras decorativas originais, diferenciadas e de extrema qualidade, entre em contato com a Artemano — empresa de destaque em revestimentos naturais de qualidade máxima, com atendimento exclusivo tanto no pré quanto no pós-venda.

Compartilhar